Extra!Resultado do julgamento do Santa Cruz no STJD
maio15

Extra!Resultado do julgamento do Santa Cruz no STJD

Resultado final do julgamento do Santa Cruz no STJD acabou de sair: O Santa Cruz perde 5 mandos de campos, que serão pagos com portões fechados, leva multa (art. 213) e mantém a interdição do estádio até que a CBF libere (art.). Multa total de R$ 60 mil. Prejuízo total: Incalculável.

Read More
CR7 + R9 + AD99 + NJR11 = viadagem muita!
maio13

CR7 + R9 + AD99 + NJR11 = viadagem muita!

Estava prestes a generalizar: não gosto de marqueteiros de futebol. Era o que eu iria dizer, mas parei. Vou ser mais específico, é um esforço para me aproximar da minha verdade verdadeira: não gosto dos marqueteiros de futebol que conheço, incluindo nessa lista duas subcategorias, a dos “candidatos a” e os que pensam ser. Nunca ouvi nada que preste sair da boca dessa turma que prolifera como coelhos, só para comparar com um bicho bonitinho que não ofende ninguém. O papo que escuto é sempre o mesmo: “o mercado”, “as arenas”, “a força da marca”, “agregar valor com a marca tal”. Lorota. Tudo lorota. Discurso macaqueado, imitação dos manuais que aprendem na escola de MBA ou nos sites esportivos. Quando o Santa Cruz está na berlinda, nunca escutei unzinho sequer falar de uma ideia ou proposta que considerasse o que o clube, a cidade e o estado têm de singular, de original. Que nada, é tudo ideia copiada. Só não generalizei lá no início porque sempre aparecem na televisão ações de marketing que parecem ter saído por encomenda para esse ou aquele clube. O pessoal do Corinthians, por exemplo, é quentura. É por isso, senhores, que eu sou arretado com certas viadagens de marqueteiros. Aliás, eu não. Nós. Falo por mim, por Gerrá e por Samarone. E a viadagem da moda é essa de se referir a um jogador pelas suas iniciais e o número da camisa que ele veste. Pior ainda é que foi Ronaldo Fenômeno que começou esse história. Era R9 isso, R9 aquilo. O publicitário criou a marca e os jornalistas ficam repetindo, fazendo um favor para ambos, jogador e marqueteiro, ficarem ricos. Pelo menos o agente de Ronaldo foi criativo. O de CR7, NJR11 e R10 são meros operadores de marca xerox. Se é que eles existem, pois às vezes eu acho que é tudo invenção dos redatores que fazem de tudo para parecerem moderninhos. Sinceramente, quando o sujeito deixa de ser Cristiano Ronaldo para ser CR7, deixa de ser gente, passa a ser objeto à venda. Exceção faço para Caça-Rato, quando ele passa a ser CR7, é por greia, tiração de onda e chacota com o original. Mais humano e pernambucano impossível. Os leitores, torcedores e radialistas sem imaginação adoram copiar e ficar repetindo as fórmulas que vêem na TV. Porque diabos chamar de André Dias de AD99, quando nem ele mesmo se submete a esse ridículo? André Dias é um sujeito simpático, educado, falante e atencioso com todos. AD99 não é nada vezes nada. Só dois dígitos e duas letras. É falso e artificial. Ainda bem que antigamente não tinha essa frescura toda....

Read More
Bonintinho, mas ordinário
maio13

Bonintinho, mas ordinário

Me animei todo pra ir assistir ao jogo contra o tal Luverdense e tempo ajudou fazendo um sol daqueles de verão. Organizamos Van, chamamos os amigos, juntamos a família. A hora era de dar apoio ao Santa Cruz e de quebra, conhecer a polêmica Arena Pernambuco. Já na sexta-feira à tarde me mandei pro Arruda pra comprar meus ingressos e os de Samarone, Stênio e da família de Julio Vila Nova. Até então, meu telefone não parava de tocar. “Gerrá, fulano disse que o filho dele não vai mais”, avisava Naná. “Ei tricolor, ainda tem vaga na Van? Eu e meu pirralho”, perguntava Odilon por mensagem. No sábado pela manhã, a pisada foi a mesma. Fui ao Arruda comprar mais ingressos. Desta vez pro meu pai e meu irmão. E de novo, o celular ficava a perguntar se tinha vagas na Van, de que horas ia ser a concentração, avisava que sicrano havia desistido, essas coisas! Sei que partimos para o município de São Lourenço, era por volta das duas e meia. Saímos em caravana. A Van e o carro de Cobrão. A Van não tinha ar-condicionado, mas tinha um ventilador azul, daqueles que a turma botava nos táxis na época em que o efeito estufa não era tão rigoroso. Ainda na Cidade Universitária paramos para abastecer o tanque. Compramos diversas cervejas e alguns petiscos. E água para criançada. Nem bem chegamos na 232, o engarrafamento já deu sinal de vida. Muito parecido com a Avenida Norte em dia de clássico no Arruda. A diferença é que sábado passado não era clássico. A paisagem do Curado me lembrou um pouco os altos e morros que vejo quando vou ao José do Rêgo Maciel. A Arena é até bonitinha. Mas não é a beleza de arquitetura que alguns pernambucanos dizem por aí. Se tivesse as barracas vendendo cerveja, os camelôs com suas camisas e bandeiras, o salcinhão, o espetinho e outras coisas ornamentando o caminho pra chegar ao portão de entrada, talvez ela ficasse mais bonita. Eu sei que depois de muito andar, entramos no estádio. Enquanto uns tiravam fotos e postavam na rede, minhas meninas não estavam nem aí pra Arena. A menor disse logo que gostava mais do Arruda. A maior fez cara de indiferença. Lá pras tantas confessou que estava achando chato, pois não tinha o moço vendendo bombom. Odilon reclamou do som. Realmente, se aquilo for padrão FIFA, os caras que organizam a Copa não entendem nada de sonorização. Robson Sena arrumaria algo muito melhor. Minha digníssima Primeira-dama, não parou de xingar o aperto das cadeiras e do corredor estreito entre elas. E é verdade. Eu...

Read More
A Copa do Mundo, pelo amor de Deus! A Copa do Mundo!
maio11

A Copa do Mundo, pelo amor de Deus! A Copa do Mundo!

Amigos corais, tive a infelicidade de ir à Arena Pernambuco, ver nosso time em campo. Sobre a ida, instalações, acessibilidade e outras lorotas, o cronista Gerrá Lima irá escrever, em sua crônica da Segunda-Feira. Sobre nosso time, só posso dizer que está um time ENCRUADO. No Aurélio, “encruado” tem vários significados, mas o que uso aqui é o oficial, o “tornar cru”, mas o figurado, o “não progredir”, “não crescer”. Quem nunca já disse “essa projeto está encruado”? “O menino, depois que resolveu ser padre, encruou”. Nosso time está assim. O Santa Cruz está uma murrinha dos seiscentos diabos. Na defesa, aquele aperreio. No meio, nada acontece. No ataque, o coitado do Léo Gamalho parece mais o Róbson Cruzoé, numa ilha cercada de zagueiros. Quando a bola chega para ele, é quadrada. Ele tem que dominar, polir a bola, torná-la redonda e ver o que faz da vida. E o sujeito ainda foi artilheiro do Pernambucano! Pois bem. Voltei daquela pelada sentindo cheiro de fantasmas. Corri à tabela. Jogamos quatro vezes e temos incríveis quatro pontos. Teremos seis jogos até dia 03/06. São 18 pontos em jogo (contra Icasa, Oeste, America-MG, Boa Esporte, Joinville e Ponte Preta). Não sei se o STJD vai dar alguma colher de chá para o Santa. Como temos apenas mais dois jogos em casa, Pode ser que não vejamos mais o time em campo até a Copa do Mundo. Depois disso, vem algo divino. A Copa do Mundo. Graças à Copa, a Série B será interrompida dia 03 de junho e só retorna dia 15 de julho. Ou seja, 42 dias para a gente aproveitar. Contratar jogador, treinar, dispensar jogador, fazer um salseiro dos mil diabos para ver se esse time desarna. Sim, meus amigos, precisamos desarnar com urgência. Com esse futebol que nem sequer arroz-com-feijão é, nós somos candidatos à famigerada Série C. E eu não aguento mais isso. Não tenho mais saúde nem preparo psicológico para isso. A turma do “Não vai ter Copa” que me perdoe, mas acho uma estupidez gastar essas fortunas todas e depois, na hora da festa, mostrar ao mundo que não somos capazes de realizar os jogos mais aguardados pelo planeta. Tem que ter Copa sim. E urgente! Por mim, a abertura não deveria ser dia 12 de junho, contra a Croácia, no Itaquerão, mas já na semana que vem. Aqui do meu reduto coral, abro as janelas e dou um grito: “A Copa!Pelo amor de Deus, a Copa do Mundo!” Os mais fanáticos pensarão que estou seco para ver mais um título da Canarinha. Não, meus amigos. Minha aflição é para darmos uma pausa e saramos os calos que nascem nos olhos a cada jogo. O Santa...

Read More
O profeta
maio08

O profeta

Amigos corais, fui a um debate ontem na Rádio Transamérica com os senhores Gerrá Lima e Inácio França. O tema era a questão da violência das organizadas, a crise na sociedade com esse tema, a falta de uma política articulada para enfrentar este enorme desafio etc. Mas no caminho, Gerrá, com aquela tranquilidade ipsepiana dele, me comentou: “Óia, tás sabendo que o Jurídico do Santa conseguiu liberar o jogo do sábado para a torcida?” Eu me virei e quase tive um torcicolo. “Como é, Gerrá?” “É. Deu na rádio agorinha. O jogo do sábado, que seria de portões fechados, vai ser na Arena, e com portões abertos”. Depois ele passou a me explicar sobre a ação do clube junto à CBF, detalhes de bastidores, a questão das provas, o pedido de adiamento do julgamento para a semana que vem etc. Eu cada dia desconfio mais que o jornalismo brasileiro está perdendo um grande profissional. O sujeito sabe de tudo. Cronista de primeira ele já é. Estou achando que Gerrá está virando é profeta. Lá pelas tantas, arrematou: “Eu tô achando que esse Lisca não fica nem até amanhã”. (Duas horas depois, a rádio anunciou a queda do treinador do Náutico). ** Depois do debate, fomos tomar umas e ver o jogo. Ele comentou: “Meu palpite é três a um para o Santa. E Caça-Rato vai fazer o gol dele, para mostrar que Felipão cometeu um erro grave, ao não convocá-lo”. Tomamos nossos birinaites e aos 45 minutos do primeiro tempo, Flávio Caça-Rato soltou um foguete na gaveta. Gol do Santa! “É Caça Rato da Seleção, porra!”, gritou Gerrá, assustando até os garçons. Lá pelas tantas, ele arrematou: “Sábado aquela Arena vai ficar pequena para a massa coral”. Depois ele deu uns três telefonemas, falou com um empresário que aluga Van, táxi, charrete, Toyota e avisou: “Já tem três Vans alugadas. Falta só pegar o nome da turma e o erregê”. ** Liguei há pouco para Gerrá. Ele disse que a turma da “Minha Cobra”, “Kombi Coral” e “Sanfona Coral” já confirmaram presença. Os veículos vão sair do Poço da Panela, defronte à venda de Seu Vital. A concentração já vai começar no final da manhã. Antes de desligar, ele soltou mais uma profecia: “Aquela Arena vai ficar pequena para a torcida do Santa. Vai ter mais gente do que nos jogos da Copa”. ** Nota: Quem quiser ir nas Vans de Gerrá, deixe comentário aqui no...

Read More