Rafael, 5 anos de amor e paixão pelo Santa Cruz

Quando a gente perde de maneira vergonhosa, me bate um misto de raiva, tristeza, baixo astral e irritação.

Ontem foi de um jeito que até me esqueci da temática do aniversário de Rafa. A fihca só caiu, quando vi a primeira dama e minhas filhotas devidamente uniformizadas. “Oxente, é pra ir com a camisa do Santa Cruz?”

Nem precisou de resposta, vesti minha camisa e nos mandamos pra festa.

Seguimos para um campinho society em Campo Grande.

No banco de trás, as meninas riam da minha briga com o GPS.

“A 200 metros, vire à direita”.

“Virar à direita? Viro nada. Eu vou é em frente”.

No percurso, o Estádio do Arruda embeleza a paisagem.

Comentei com Alessandra sobre a mobilização que vários músicos estão fazendo para o jogo da quarta-feira pela Sulamericana. Estão montando o Orquestrão Tricolor. Já são mais de cem músicos confirmados.

“No dia que esse Santa Cruz acordar, ninguém segura ele. São poucos os clubes que tem a nossa força”, ela disse.

As meninas disseram que estavam com saudades do Arruda.

O GPS indicou para virar a esquerda e logo em seguida virar à direita. Eu segui em frente e virei à esquerda. Chegamos à festa. Até o porteiro do campo society estava vestido do Santa Cruz. Era Daniel, que também é porteiro do colégio de Rafa e das minhas meninas.

Qualquer dia, eu escrevo sobre Daniel. Sempre que a gente vence, silenciosamente ele tira a sua onda. Bota a camisa do Santa Cruz por baixo da farda e recebe todos com o mesmo sorriso de sempre e o mesmo bom dia. É impressionante a capacidade que Daniel tem de saber o nome de todos os alunos.

A mesa da festinha de Rafa tava uma beleza. O Santa Cruz em todos os lugares. O painel, as camisas que Refael tem do Santa Cruz. Desde a primeira roupinha até a de hoje.

O gramado estava quarado de pirralhos. Meninos e meninas jogando futebol, pula-pula, piscina de bolas e brincadeiras. Uma farra.

Lá pras tantas, um telão mostrando imagens de Rafael. Nos jogos, nos treinos, com  jogadores. Néris, Grafite e outros gravaram mensagens pro aniversariante.

Acho que tinha umas oitenta crianças. Um bocado do Santa Cruz, outros da turma da Abdias e dois da barbie, a prima de Rafa e um amiguinho dele.

Coisa linda o aniversário de Rafael. Futebol no seu mais belo formato. Sem preconceito de cor, sexo ou camisa.

Author: Gerrá da Zabumba

Share This Post On

45 Comments

  1. Vou repassar mais um textão de Alírio que está rolando nas redes sociais: http://bit.ly/2d4GxfI (cliquem no zoom para visualizarem melhor)

    Só um comentário: além de chorar e emular coitadismo (como é de costume, aliás), Alírio está sendo injusto com a torcida. Conheço um monte de gente, inclusive aqui do blog, que quis ajudar o clube de maneira sincera, chegando a procurar o próprio Constantino Jr., e que foi SIMPLESMENTE IGNORADO pelos que fazem o clube. Se vitimizar depois do fracasso é muito fácil, difícil é admitir que foi arrogante e egocêntrico quando as coisas estavam dando certo (dentro de campo).

    Post a Reply
    • Enquanto a torcida e os dirigentes tiverem essa mentalidade de que o clube precisa ser ajudado, seremos sempre pequenos. A ajuda que o torcedor tem que dar é comprando ingressos, se associando, indo aos jogos, comprando produtos, participando de campanhas, etc.

      O clube tem que é ser administrado de forma profissional. o tempo de ajuda e abnegados já passou.

      o presidente precisa é ser transparente e procurar ver onde foi que errou. ele e os que fazem o futebol precisam ter humildade pra fazer isto.

      Post a Reply
      • Isso é uma coisa que concordamos, caro Clóvis.

        O Santa Cruz, em 2016, teve (está tendo) o maior orçamento da sua história (palavras do próprio Presidente: http://glo.bo/2dosiV2) e ninguém sabe pra onde vai a grana, onde o dinheiro é gasto, quais dívidas são pagas com ele (inclui-se aí as da Justiça também) e porque o clube, mesmo com um orçamento 15 vezes maior e uma folha do mesmo tamanho da Série B 2015, está com os salários do clube em atraso de muitos meses. Isso é algo DEVE ser questionado, já que boa parte dessa grana advém de nós, torcedores, na compra de ingressos ou na associação ao clube.

        Transparência ainda é um sonho no Santa Cruz. Que coisa mais anos 80…

        Grande abraço!

        Post a Reply
  2. Valeu Gerrá, acabei de ler o texto para Rafa e ficamos muito felizes. A ideia da festa era realmente mostrar para as crianças que independente de camisa de time, todos são amigos, adversários só dentro de campo. Acho que consegui! Espero que possam levar isso para a vida adulta, para serem torcedores melhores dos que encontramos hoje.Beijos, Rafa e Taia.

    Post a Reply
    • Parabéns pela iniciativa da festa e ao Blog do Santinha por trazer para nós essa bonita narrativa, quando meu Samuel fizer 5 anos vou fazer uma igualzinha pra ele também.

      Post a Reply
  3. Lendo esse texto de Alírio linkado por Júlio coloco dois pontos:

    1- Ninguém de bom senso deixa de reconhecer o trabalho e o esforço desenvolvido por essa diretoria e a anterior de ALN no sentido de reerguer o Clube diante dos inúmeros problemas herdados de um passado irresponsável;

    2- Porém, o esforço do enfrentamento desses problemas não isenta ou deixa imune nem o Presidente e ninguém da atual direção de críticas.

    Alírio tem que calçar as sandálias da humildade, reconhecer os erros cometidos, as fundamentações das críticas que são feitas e procurar corrigir os rumos. A gente no Brasil tem que acabar com essa cultura de sentimentalismo que ninguém pode ser criticado. Recentemente tivemos Lula Presidente que no auge das críticas sofridas e não admitindo-as, criou o slogan “deixa o homem trabalhar”. Pois bem, ele trabalhou tão direitinho que deu no que deu.

    O Santa Cruz realmente deu as costas pra torcida. O jogo de quarta-feira tem transmissão ao vivo, é tarde da noite, o time não se acerta e os preços dos ingressos são R$ 40. Em vez de trazer a torcida pra junto do time, a diretoria não tá nem aí. Não estou defendendo futebol a preço de banana, mas o momento que o time está vivendo não é favorável. Dificilmente o público de quarta chegara a 3.000 pessoas, com um ingresso promocional talvez chegasse a 5.000.

    Post a Reply
    • Não acredito que preço traga torcida de volta. A quantidade será a mesma se baixar ou não baixar preços.

      Post a Reply
    • concordo e assino em baixo qto as criticas. já dos ingressos, discordo. tenho a mesma opinião de geraldo mesquita.

      Post a Reply
  4. Alirio seu texto é verdadeiro, e tenho, como a maioria dos tricolores, respeito e gratidão pelo seu trabalho. Mas tenho alguns reparos. Primeiro, você nos poupou das informações verdadeiras sobre o Santa, talvez por entender que não era hora de conturbar. Ainda agora, sabemos pouco sobre a realidade tricolor, e o pouco que sabemos é pelas notícias da imprensa, como os salários atrasados. Precisamos falar abertamente dis proezas do Santa. Segundo: o que nos magia não é perder, nem cair para a série B. O que nos magoa é que isso aconteça de forma desonrosa, sem evidências de uma busca de superação pelos atletas. As duas últimas derrotad são a mostra de que temos um grupo medíocre, não apenas tecnicamente. Terceiro: como explicar tantas contratações de tão baixa qualidade. Se não tinhsmos dinheito, e não tinhamos, deveríamos ter ficado com a prata da casa, e dois ou três reforcos de verdade. Quarto: lhe digo isso por experiência propria, ninguém procura o sócio para pagar, muito menos para se associar. Nosso marketingo tem que ser outro, muito mais agressivo, e centrado no desafio aos tricolores. Gostaríamos muito de receber a verdade, e cobrarmos uns aos outros, sem falsos pudores.

    Post a Reply
    • Perfeito, Genivaldo.

      Post a Reply
  5. Olha , entendo o post como um desabafo de Alirio. Vejo ele na situacao de alguem que abriu parte de sua vida pessoal e profissional, e ve agora comprometido seu proprio patrimonio pessoal. Enquanto isso , o time naufraga , novos esqueletos aparecem ,as pendencias financeiras aumentam, a torcida abandona o clube e os gatos-mestres das redes sociais arrotam sua sabedoria convencional em cima da derrocada. A descricao anterior nao eh coitadismo, eh a realidade do clube.

    Alirio errou , sim, nao ha duvida. Principalmente, por deixar o futebol na mao de pessoas incapazes da tarefa que tinham pela frente. Se percebeu o erro e nao agiu, tambem errou, por estar preso aos acordos politicos que o elegeram.

    No entanto, acho que seu maior erro foi largar seu bem sucedido escritorio para mergulhar nesta aventura de presidir um clube onde ate o passado nao eh conhecido, marcado por administracoes desastrosas, sem estrutura administrativa , sem infra-estrutura e financeiramente comprometido e dentro da terrivel distribuicao de cotas de TV no Brasil. Um clube carente assim, eh presa facil para arrivistas, ou para ser usado como trampolim politico. Um clube assim, nao quer profissionais, quer salvadores da patria. Alirio nao eh Paulo Nobre que comprometeu 120 milhoes no Palmeiras. Ele eh um sujeito bem de vida, mas nao um bolso sem fundo. Como torcedor apaixonado se empolgou com os resultados , achou que podia mais. Agora, enfrentando esta tempestade, se ve , quase solitario, num meio onde o mais tolo da beliscao em azulejo e vaiado pela arquibancada da vida. Seu merito eh deixar o clube melhor que recebeu, por isso sou grato a ele. No Santa Cruz, Alirio aprendeu sobre futebol, mas muito mais sobre a vida. Pena que essa licao , lhe custara caro.

    sds santacruzenses

    Post a Reply
  6. Hoje também tinha desabafos do Alírio no Twitter, porém, o perfil era FAKE!!!!

    Nada contra o Júlio!

    Mas, será que as palavras, são do Alírio mesmo?

    A internet e o papel, aceitam tudo!

    Post a Reply
  7. O texto e o link do Júlio abriram a possibilidade real para um bom debate, sem o acirramento dos ânimos. Já vejo pessoas aqui, que sistematicamente defendiam, a qualquer custo, a atualidade da diretoria, mudar de visão, pois o óbvio não pode ser contestado. O mea culpa de Alírio está vindo pela via transversa, quando seria mais louvável entender-se diretamente com a sua torcida. Fui eu sim, quem listou por duas vezes as promessas dele, integramente não cumpridas. Isso não quer dizer que não reconheça o que já fez. Fez muito. Entretanto insulou-se com Tininho numa soberba inconsequente, sem ouvir a voz da sua torcida, passando a contratar de uma forma incompreensível. A começar por um treinador desequilibrado com visíveis sinais de patologia mental, que nos colocou em queda livre e, já no fim do primeiro turno, decretou a nossa queda. Depois contratou outro, sem qualquer expressão , que ao menos pudesse nos levar à dignidade. Piorou a diretoria, mais ainda, a situação. Completou com decisões, no mínimo esquisitas, como preterir competições, como se nós estivéssemos em condições de conforto para fazê-lo. O que foi conquistado no início, com dois títulos, foi varrido pela desastrosa participação na Série A. Culpar a ausência da torcida é tangenciar responsabilidade. Culpar a situação econômica do clube pelos maus resultados é passar recibo de imaturidade, pois já sabia da situação financeira do clube. O que não podia fazer, e fez, foi prometer coisas inatingíveis, no momento em que vive o Santa. Daí a revolta da torcida. Não pela queda, mas pela sensação de que fora enganada. As contratações são caso à parte. Não se tem conhecimento de uma diretoria que tenha contratado tão mal, quanto esta do Santa. Aí não se trata de dinheiro não, mas sim de fala de conhecimento explícito para administrar futebol. O desabafo dele é louvável, mas a torcida merece mais, quer o respeito dos seus dirigentes, quer um pedido formal de desculpas e reconhecimento dos erros. Nós nunca abandonamos o Clube, o querido Santa Cruz, mas queremos publicamente ser desagravado pela tentativa de imputar à torcida o nosso afastamento. Quem nos afastou foram vocês diretores, quem deverá nos resgatar serão vocês. Não admitimos outra coisa.

    Post a Reply
    • Guilardo, seu comentário corrobora bastante com aquilo que postei ontem no outro texto (vou respostar, se não teve a oportunidade de ler). Concordo quase que integralmente.

      -x-

      Salários atrasados (três meses do futebol e incríveis CINCO meses do administrativo), falta de estrutura (sem sinal de CT e Arruda caindo aos pedaços), dificuldades financeiras (grana bloqueada, falta de verba pra investir), incompetência administrativa (perdendo nossos jogadores destaques de graça, setor jurídico cometendo erros de avaliação técnica sobre a situação de novos contratados, fazendo contratos fajutos com fornecedoras e emissoras de TV)…

      Poderia estar descrevendo a situação do Santa Cruz enquanto esteve na Série D, mas estou falando da atualidade, quase seis anos depois. Na realidade, o que DE FATO mudou no Santa Cruz de lá pra cá? Falo do crescimento do clube como instituição forte do futebol brasileiro.

      Eu respondo: do ponto vista administrativo/estrutural, NÃO MUDOU NADA. Do ponto de vista esportivo, várias conquistas que, na minha opinião, não são nada além de obrigação para um clube do tamanho e tradição do Santa Cruz, ainda mais quando se vê que o grande e propalado mérito do atual grupo que dirige o Santa é ter tirado o clube das últimas divisões do futebol brasileiro, em disputa contra clubes absolutamente medíocres e sem um décimo da história e torcida do Santa Cruz.

      Não consigo, portanto, ter essa gratidão irracional por certos dirigentes e jogadores, que leva torcedores aparentemente sensatos (vamos deixar de fora os que pedem RENATINHO durante os jogos, porque esses aí…) a aceitar de bom grado – como diz nosso amigo Guilardo Pedrosa – uma ciranda de loucuras e incompetência sem precedentes, levando nosso clube a ser mais uma vez saco de pancadas em âmbito nacional, e sem nenhum tipo de melhoria administrativa/estrutural (sequer perspectiva há, na verdade, já que na Série B o orçamento vai diminuir muito).

      Enquanto o Santa Cruz for administrado por amadores abnegados supostamente bem intencionados vamos continuar dessa maneira: fazendo nossas gracinhas regionalmente, mas sem crescer como clube e passando vergonha nacionalmente.

      Post a Reply
  8. Prezados,
    Li a matéria de Alírio colocada por Júlio e vou dizer: concordo com Alírio quanto às dificuldades de quem comanda o Santa. Mais: a nossa Torcida foi mesmo uma decepção nesse ano. Só foi na boa e olhe, olhe. Sócios: muito poucos.
    Isso não quer dizer que não houve erros, especialmente quanto à série A, CB e Sula. Mas, houve também surpresas negativas: Dry World, cotas de TV, passivos … que complica ou até inviabiliza qualquer administração.
    Não conheço Alírio, nem ninguém da Diretoria, mas reconheço o esforço deles.
    Apesar de difícil, admito, nos resta torcer pela classificação amanhã.

    Vamos Alírio !!!

    Vamos Santa !!!

    Post a Reply
  9. Como é maravilhoso o futebol, é uma pena que muitos de nós acabemos perdendo a pura e o comprometimento das crianças com sua paixão.

    Post a Reply
  10. Falta transparência, falta competência. Contratações sem critério, escolhas técnicas infelizes, escalações sem sentido. É difícil apoiar quando quem pede o apoio não escuta e persiste nos erros.
    Para 2017, tem que trocar a direção de futebol e implementar uma administração profissional no clube. Jogando limpo com a torcida é prestando contas ao sócio, caso contrário, será mais do mesmo e não sei se o clube suportará tanto amadorismo num ambiente cada vez mais profissional.

    Post a Reply
  11. O que alguns torcedores disseram neste espaço quando o Santa Cruz subiu para a serie A.

    Melhor estruturar (sanear as dividas) o clube descer e subir mais forte no próximo ano.

    Talvez em 2018 precise fazer a mesma coisa.

    Post a Reply
    • É isso, Gerailton. Estivemos com Clube no fundo do poço e nunca deixamos de apoiar, não seria agora.

      Post a Reply
  12. Aceito que temos erros por afobação…acredito na credibilidade do presidente…mas seus diretores sabem o que fizeram,não são inocentes….ou mudamos a mentalidade ou todo final de ano vai ser essa cantilena,aliás como está o “imbróglio” de Keno?Troca ele direto por um CT,pois grana no Arruda é bronca,some rápido.Vamos passar de fase na Sulamericana,é questão de sobrevivência.

    Post a Reply
  13. Júlio eu não disse que você propagava a mentira.

    Mas, é no mínimo estranho, duvidoso e falta de respeito com a TORCIDA, pois, esse tipo de pronunciamento não deveria ser para poucos.

    O Presidente deveria vir à público ou fazer um pronunciamento aberto à TORCIDA.

    Ou só quem merece explicações, são os torcedores que ele se relaciona?

    Post a Reply
  14. Infelizmente, não se faz mais futebol com paixão e sim com a razão. Vamos ser realista
    ainda não temos estrutura de serie A.
    O principal fator de qualquer clube para se dá bem, tem que passar pela sua divisão de base.
    Um time tem que ter no minimo 1/3 do seu plantel jogadores oriundos do seu seleiro. O relato
    descrito pelo texto dito de Alirio, nos deixa claro, o que é o clube hoje.
    Um clube de futebol estruturado tem que se alto sustentar, e não viver de abnegados, se não
    corremos o risco, de reviver passados inglórios.
    A argila fundamental de nossa obra é a juventude. Nela depositamos todas as nossas esperanças,
    e a preparamos para receber idéias para moldar nosso futuro. Che Guevara.

    Post a Reply
  15. Li todos os comentários aqui postados. Concordo em grande parte com o que foi dito. Reconheço os serviços prestados por Alírio, que já escreveu seu nome na história do clube. Mas, como todos aqui, também vejo muitos erros cometidos, principalmente neste ano de série A. Entendo o desabafo dele como algo emocional. As pressões que ele vem sofrendo dentro do clube, tornaram agressivas as críticas as quais todo dirigente sabe que está exposto. São críticas normais, mas que foram recebidas num momento de muita tensão. Não que ele não tenha recebido críticas antes, mas com a campanha pífia do time elas se avolumaram muito, e ele não as suportou. Acho que foi isso que aconteceu.

    quanto ao futebol eu tenho o seguinte a dizer: quem acompanho 1999, viu que naquele ano nós tínhamos um monte de medalhões que não estavam recebendo salários. Fomos jogar em Belém contra o inexpressivo Tuna-luso, pela série B e perdemos de 3×0. Ao final do jogo, nosso técnico prata da casa Nereu Pinheiro disse no microfone da Rádio Clube: “Eu nunca vi tanta falta de vontade de jogar”. Reuniu a diretoria, mandou dispensar os medalhões e disse que ia botar os juniores pra jogar, e vamos ver no que vai dar. Do time anterior ficaram poucos. Naquele ano jogaram Batata, Arley, Wellington, Marcelinho e outros que não lembro agora. E o time estava praticamente fora. Precisávamos de uma combinação quase impossível para se classificar para a fase final. Nos classificamos e conseguimos o acesso. Bom, eu faria o mesmo este ano. Não que eu espere que os juniores nos livre do rebaixamento, mas pelo menos não haveria a cobrança, daria experiencia aos garotos e, embora não esperaríamos um bom futebol, com certeza veríamos muita vontade e jogador correndo noventa minutos e disputando bola como se fosse um prato de comida. E, como aconteceu em noventa e nove, vamos ver no que vai dar…

    Post a Reply
    • Você esquece que alguns desses jogadores que foram mandados embora possivelmente se transformaram em passivos atualmente com dívidas trabalhistas. O futebol atual não permite essa passionalidade. Tem que esperar o final do contrato e mandar embora. Acabei de ver uma matéria sobre o Inter que fala exatamente sobre isso. Que a dificuldade de renovação e remontar o elenco é por conta da maioria dos contratos com os jogadores serem longos. Então o clube fica entre a cruz e a espada. Se faz contrato curto como o do Keno, pode perder o jogador para outros, mas se faz contrato longo, pode ficar com uma bata quente por vários anos.
      Enfim, criticar é bastante salutar, mas observo que a maioria das críticas são feitas em cima de suposições e achismos. Por isso, prefiro me calar, pois compreendo as dificuldades impostas pela administração moderna e não estou sentado na cadeira de dirigente para acompanhar essas dificuldades.

      Post a Reply
      • Prezado Júlio, eu estou ciente desta situação sim. A maioria só tem contato até o fim do ano. Eu não falo em mandar embora não. Vamos ter que pagar o contrato até o fim. Mas colocava tudo no Banco. Jogaria sim com a base. Talvez até ferisse os brios do elenco, embora entenda que salários atrasados é fator desmotivador.

        Post a Reply
      • E assim como você, eu também não critico em cima de achismo. Não critico a administração pois não estou lá e sei muito bem que um clube de futebol não se resume a folha dos jogadores como muitos acham aqui.

        Post a Reply
    • Contrato de risco do Santos, porque nos times que passou, só veio jogar uma bolinha agora, na segunda passagem no Santa.

      Tanto que quando anunciaram sua re-contratação, 90% chiou. Banco na ponte.

      Post a Reply
  16. Bora pro jogo gente, que quem ficar em casa vai ter que aturar a tortura de rembrandt, marquinhos e wilson.

    Post a Reply
  17. Boa notícia.

    Thiago Cardoso vai pegar um banquinho amanhã, e espero que o Edson Kolln se inspire em Birigui, para segurar essa vaga até o final do campeonato.

    Ô LAPA !!! 🙂

    Post a Reply
  18. PREZADOS – BOA TARDE

    APESAR QUE O PAREDÃO, TEM PASSADO POR UMA FASE RUIM, ELE NAS DECISÕES, SEMPRE NOS AJUDOU E AJUDA, ELE É FRIO E SEGURO….

    NAO SEI SE ESTE RESERVA, VAI SUBSTITUÍ-LO A ALTURA!

    OREMOS

    Post a Reply
    • Tudo na vida passa…

      Post a Reply
      • Magrão pegou um banco e só voltou pq o outro goleiro foi embora.

        E voltou muito bem.

        Um banquinho não faz mal a ninguém, de vez em quando é bom.

        Post a Reply
    • Vlad, tem sido nas decisões mesmo que ele tem falhado. Tenho certeza que a reserva vai fazer bem pra ele, mesmo sabendo do risco que é colocar um goleiro sem ritmo de jogo, mas´não vejo outra saída.

      Está certo o treinador, se vai dar certo é outra coisa.

      Post a Reply
  19. BEM COLOCADAS AS PALAVRAS DO DORIVA: “O TIAGO CARDOSO É UM ÍDOLO E PRECISA SER PRESERVADO”.

    Espero q o TC, ao retornar, esteja melhor q antes! Quanto ao Kohl torço pra q jogue o q sabe, Só. Se isso ocorrer, nossa meta estará “em boas mãos”.

    E q nossos laterais (já q o “velho” ñ jogará amanhã), pelo menos, ñ comprometam OREMUS.

    SaudaSanta

    Post a Reply
  20. É isso que está faltando no Santa:
    http://esporte.uol.com.br/futebol/ultimas-noticias/2016/09/27/inter-abre-portoes-e-dara-ingresso-a-socios-contra-o-figueirense.htm

    Muitos podem falar que é o Inter, tem dinheiro, etc, mas neste momento o que importa é o incentivo.

    Dentro de todas as nossas mazelas, acredito que a maior delas seja o processo de tomada de decisões, que aparenta ser realizado de forma empírica e retardada.

    Em relação à Keno, se o Santos tá oferecendo 4 milhões, então é só arrematar por 1 milhão e repassar pelos 4 milhões, pois pelo que consta, temos direito de preferência até o dia 30 (sexta). Eu realmente não entendo nada das transações no futebol….muito obscurantismo!

    Post a Reply
  21. NÃO ENTENDO COMO O SANTA TEVE UM DOS MAIORES ORÇAMENTO DE SUA HISTORIA E O DINHEIRO NINGUÉM SABE NINGUÉM VIU,SOU SÓCIO DO MAIS QUERIDO DESDE 95,E PRA MIM NÃO VEJO DIFERENÇA NENHUMA DESSA ATUAL GESTÃO PRA GESTÕES ANTERIORES INCLUSIVE AS DESASTROSAS,DESAFIO ALGUÉM A DIZER O QUE ALÍRIO E CIA IRÃO DEIXAR DE LEGADO NO CLUBE PRA O PROXIMO GESTOR. EU FICO P… DA VIDA QUANDO FALAM QUE A TORCIDA TA DEVENDO,EU MESMO NÃO TENHO ESTOMAGO PRA IR AO ARRUDA VER MEU TIME SER HUMILHADO COM ESSE PLANTEL DE DERROTADOS MONTADO PELO ESTAGIÁRIO QUE ACHA QUE SÓ ELE ENTENDE DE FUTEBOL. FALTA DE TRANSPARÊNCIA,ARROGÂNCIA E INCOMPETÊNCIA SÃO A MARCA DESSA GESTÃO

    Post a Reply
    • PREZADO SANTACRUZENSE! ACONTECE QUE O SANTA CRUZ TEM PASSIVOS, OU SEJA, DÉBITOS, DE GESTÕES ANTERIORES, COMO NO CASO DE NETO, DESDE 2006, E FOI JULGADO SEM A REVELIA….

      E VÁRIOS OUTROS PROCESSOS, QUE O ALIRIO VEM E VINHA FAZENDO ACORDOS, PORÉM SE NAO PAGA O ACORDO, ELE É “QUEBRADO” E VIRA, EFEITO TAPIOCA, OU SEJA, DOBRA…..

      REALMENTE, TIVEMOS UM GRANDE ORÇAMENTO, AGORA, O QUE ADIANTA, SE ESTÁ BLOQUEADO!

      SERIA UM TRABALHADOR QUE TEM CONTA SALÁRIO, MAS ESTÁ SUA CONTA ESTÁ NEGATIVA, O QUE ACONTECE QUANDO ELE VAI SER CREDITADO? ISSO MESMO, TOMA TUDO DELE E AINDA O DEIXA LISO E DEVENDO!!!!

      SIMPLES ASSIM!

      Post a Reply
    • Gusmão, faço minhas suas palavras.

      Post a Reply
  22. rapaz, perdi a vontade de ir aos jogos por causa de tiago cardoso. é ídolo, mas tem falhado desde o começo do brasileiro em quase TODOS os jogos.

    Post a Reply
  23. Quando explodiu o problema de Neto, à época dois milhões, salvo engano meu na presidência de ALN, ao invés de partirem para um acordo com o jogador, “disseram que iam entrar com uma ação rescisória” . Se entraram, não sei. Entretanto, a possibilidade de sucesso nesse tipo de ação é mínima, porquanto tivessem os diretores responsabilidade, deveriam ter procurado o reclamante para fazer um acordo com parcelamento a perder de vista. Não o fizeram. Está aí o problema, dos maiores. Pior de tudo isso, é que Neto quando jogava pelo Santa Cruz, em diversas ocasiões eu o intitulava ” O PIOR JOGADOR DO MUNDO EM ATIVIDADE”. E era mesmo. Esclareço que a bomba caiu na presidência de ALN, mas não foi ele quem contratou o “crack”…
    O jeito é implorar, se ajoelhar perante o novo milionário e perna de pau juramentado, para tentar um acordo com pagamento através de anos. Se não for feito, fiquem certos os senhores que o que já está ruim ficará pior. Todas as rendas do Santa, futuramente, serão bloquadas para o pagamento do ” PIOR DO MUNDO” . Tem craque quem pode…

    Post a Reply
  24. Toda vez que eu ouço algo do tipo dívida, leilão, bloqueio, passivo etc MAIS AUMENTA MEU ÓDIO AOS EX-PRESIDENTES RESPONSÁVEIS POR ISSO. PRINCIPALMENTE O TRIUNVIRATO EVES, ITO E INHO.

    Post a Reply

Submit a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *