De dar calo na vista.

De dar calo na vista.

O jogo desse domingo do Santinha contra as barbies foi de dar calo na vista e irritação nervosa. O time do Santa Cruz vem em uma clara queda de produção. Tivemos dois resultados terríveis no Pernambucano e esse empate agora.

Como bem disse o amigo Anselmo no post anterior: “[…] até elogio o que esse grupo conseguiu até agora. Isso porque vivemos um paradoxo. Precisamos de competições para arrecadar e ter um financeiro melhor. Mas precisamos de tempo para treinar e conseguir jogar melhor. É uma situação difícil.”

O paradoxo é bem complexo mesmo. É preciso mais do que urgentemente contratar um meio de campo que saiba criar, se posicionar e tocar a bola. É assustador ver o maltrato que Lucas Gonçalves, Ítalo Henrique e Diego Lorenzi fazem com a bola e com o futebol em si.

Creio que todos se lembram como a torcida e a imprensa estava incensando o jovem Elias. Eu mesmo o tinha como uma grande revelação e de um futuro promissor. Escuto as mais diversas explicações entre os torcedores e a mídia para sua queda de qualidade: está empolgado demais com os elogios e acha que joga sozinho, está usando máscara para ir para outro clube, está com medo de se lesionar etc.

Difícil saber o que se passa na cabeça de jogador. Lembro-me bem do caso de Rosembrik. Tinha tudo para ser um grande jogador, mas as más línguas diziam que a marvarda da cachaça enterrou o seu talento e disposição. Espero que esse não seja o futuro do jovem Elias.

Quem viu o jogo contra as barbies viu um jovem tímido e sem garra, bem como um meio de campo atabalhoado, um time que só jogava reativamente, levando muita pressão e sentindo, de maneira nítida, a falta de Danny Morais, Martins e Allan Dias.

E quem diabos acredita no futebol desse Guilherme ou que Augusto ainda pode melhorar? Ser realista – para além do otimismo – dá nisso.

Perceberam, também, como parece que a FPF está levantando a bola, digo, a tabela dos jogos a favor do Do Recife? Foi o time que menos viajou para além da RMR. Coincidência?

Pelas bandas daqui, Leston saiu em defesa de seu elenco, o que é normal. Mas não tem como fazer vista grossa à franca decadência do futebol desse time. Algo tem que ser corrigido rapidamente, pois é muito jogo atrás do outro.

Creio não errar quando penso que esse Clássico das Emoções foi um dos mais sem emoção de todos os tempos. Valeu mesmo foi a faixa da torcida da barbie perguntando sobre o assassinato de Marielle Franco. Única emoção em um clássico insosso.

Mas vamos que vamos. Não podemos nos afogar diante dos Afogados nas quartas-de-final. Torcer para que os acertos surjam, já que agora é jogo decisivo a todo momento.

Author: Zeca

Zeca é professor doutor em Filosofia. O amor pelo Santa Cruz vem de berço. Aos cinco anos o pai já o levava ao Arruda. Escritor e poeta, tem diversos livros publicados. Escreve também no blog Ars Diluvian em que trata de arte, política e ciências humanas. É metaleiro e toca na banda Agelon de Brutal Death Metal. Mora na Boa Vista e sente muito orgulho de estar sempre perto do Pátio da Santa Cruz.

Share This Post On

12 Comments

  1. Eu achei o jogo contra o Central mais tosco. Acompanho alguns jogos do campeonato Paulista e vejo elencos simples como Ituano e Oeste jogando um ótimo futebol. Times bem treinados. Falta tempo para treinar, mas jogadores como Jô, Bruno Ré, Augusto e outros não vão produzir algo útil. Vamos esperar os “reforços da série C” nosso objetivo maior. Reforço eu só considero o cara que chega e se impõe na bola como titular.

    Post a Reply
  2. O menino “doado” ao Goiás eu já tinha visto jogar,bom e rápido…mas demos o que presta de graça(kkkkk)…….Elias quer sair ou está machucado?sem dúvida o pior do time nos últimos jogos…pena….e seu reserva joga igualmente péssimo AUGUSTO….estamos caindo…esperamos que melhoremos…dá para ganhar o bodinho.

    Post a Reply
  3. Nada pode ter sido pior que o 1o tempo contra o Central. Perdão, teve o desastre do Vitória e também o Salgueiro. A verdade é essa mesmo: o time vem piorando a olhos vistos. Mas estamos numa fase inexplicável de bom posicionamento nas competições. Coisas do além? Se for, tomara que continue, para passarmos de fase no Nordestão e Copa do Brasil, que é o que interessa pela grana para assegurar o restante do ano e quem sabe a contratação de umas 3 peças para a série C. Jô, Queiroz, Augusto e agora Elias, quem diria, não estão jogando nada. Os 3 primeiros aliás nunca jogaram nada. Vamos ver o que acontece contra o Ceará, se escapamos e retomamos pelo
    Menos o futebol organizado e não acovardado do início da temporada.

    Post a Reply
    • Cesinha também uma lástima.

      Post a Reply
      • Que partida de Anderson. Parabenizo o trabalho de Leston até o momento. Não acho que dá pra fazer melhor do que ele vem fazendo. Pelo elenco e pela falta de oportunidade de treinamento. No entanto, acho que ele pecou hoje. Falo pelo segundo gol do Ceará. Já havíamos tomado 2 contra-ataques em 2 lances, sendo um escanteio e outro em uma falta ao lado da área. E novamente, no final do jogo, foi todo o time para o escanteio e de tanto insistir no mesmo erro, tomamos o gol no contra-ataque.

        De qualquer, dá pra classificar pra segunda fase da Copa do NE.

        Vamos Santa !!!

        Post a Reply
  4. É grande a disparidade técnica entre nossos rivais do Nordeste que estão na Série A e nosso time.

    Se não fosse o goleiro teríamos levado uns 5 ou 6 x 1 no jogo de hoje contra o Ceará.

    Perdemos do Bahia por 3 x 1 em casa e quase apanhamos do CSA.

    Não adianta de nada ter um pipico lá na frente se a bola não chega no cara.

    Post a Reply
  5. Que partida de Anderson. Parabenizo o trabalho de Leston até o momento. Não acho que dá pra fazer melhor do que ele vem fazendo. Pelo elenco e pela falta de oportunidade de treinamento. No entanto, acho que ele pecou hoje. Falo pelo segundo gol do Ceará. Já havíamos tomado 2 contra-ataques em 2 lances, sendo um escanteio e outro em uma falta ao lado da área. E novamente, no final do jogo, foi todo o time para o escanteio e de tanto insistir no mesmo erro, tomamos o gol no contra-ataque.

    De qualquer, dá pra classificar pra segunda fase da Copa do NE.

    Vamos Santa !!!

    Post a Reply
  6. Para classificar temos que vencer o Confiança, cujo time nada deve ao nosso. Jogamos 15 minutos, depois do levamos sufoco. Não fosse Anderson, que o Palmeiras já já manda buscar, teríamos sido goleados. O lance síntese de nossa qualidade técnica foi a bunda no chão do Cesinha no 2o gol do Ceará. Queiroz é péssimo, e Elias quando entrou tb não jogou nada. Acho que ele queimou o carvão que tinha pra jogar. Quero estar enganado. De bom nesse time ver os meninos da base: a zaga e o Italo. Não são craques, mas bons jogadores e que vai crescer. Augusto hoje jogou alguma coisa, mas perdeu um gol feito: ficou com medo.
    Vamos ter que jogar muito mais se quisermos nos classificar no Nordestão na última partida.

    Post a Reply
  7. Esse Queiroz deve ter sido contratado pelo mesmo cara que contratou o argentino Parra. Vai jogar 50 partidas e não dará um chute em gol!!!

    Post a Reply
  8. O início até enganou. Não sei se começamos bem ou o Ceará começou mal. Mas realmente a diferença técnica é enorme. Augusto jogou mais que o que Elias vinha jogando, mas parece que cansou. Só joga um tempo. Esse Lorenzi é horrível. não acerta um passe. O Alan Dias tem qualidade mas está pesado e lento. Mas vamos lá, aos trancos e barrancos nos classificando e faturando, para fazer um time melhor para a série C. Basta um empate contra o confiança. Eu, se fosse da direção de futebol, entraria com os reservas no estadual (que não rende nada financeiramente) e treinaria o time principal para os dois jogos contra o ABC que vale 2 milhões de reais.

    Post a Reply
    • Complementando o comentário, Ricardo Bueno tá jogando muito. Ele sozinho é mais perigoso que o atacantes titulares e reservas do Santa.

      Post a Reply
  9. Tem que ser muito tabacudo e babaca para elogiar algum jogador desse time do Santa que jogou ontem, com exceção de Anderson

    Post a Reply

Deixe uma resposta para Alexandre Dias Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *