Medellin, aí vamos nós

Quando eu conto a algumas pessoas que certa vez, a gente saiu do Poço com 17 pessoas na Kombi Coral e fomos tocando forró dentro dela, a galera acha que é conversa mole. Na época que não havia bafômetro para atrapalhar nossas idas aos jogos do Santa Cruz, por várias vezes chegamos ao Arruda com umas vinte pessoas dentro da Kombi Coral. Comandada por Naná, a valente Kombi dava carona a todos que encontrasse no percurso. “Ei, tás indo pro Arruda? Bora, entra aí”

Uísque, cerveja e Pitú era nosso principal combustível.

Desde sábado que ligam pra mim ou me mandam mensagem querendo saber noticias da Kombi Coral.

Tenho tentado falar com Naná, mas não está fácil. Normalmente está dando fora de área e o gordinho não usa celular moderno. Acho que o aparelho dele nem tira foto. Wi-fi, nem pensar.

Ontem, ao final da tarde, consegui fazer contato com Peito de Pombo. Peito passou pra Naná.

Os caras estavam num astral altíssimo. E pelo visto, está tudo tranquilo e calmo.

Só sei que na próxima quarta-feira, enfrentaremos nosso primeiro jogo internacional pela Sulamericana. Infelizmente não pude ir nessa aventura.

Mas estou deveras confiante.

Na última quarta, vi o jogo do tal Independiente contra o Luqueño. Falto pouco para o nosso adversário ser do Paraguai. Meterem dois gols no primeiro tempo. Se fazem mais um na segunda etapa, iriam decidir na disputa por pênaltis. Até torci pelo Luqueño. Caso eles passassem pras oitavas, seria bem menos cansativo pra nós. Nosso time não precisaria viajar tantas horas de avião.

Mas deu o Independiente de Medellin.

Um time que não tem nada de mais. O goleiro é bem pior do que Thiago Cardoso nas saídas por cima. A defesa é lenta e o ataque trombador.

No último domingo, conta o modesto Jaguares de Córdoba,  eles apenas conseguiram empatar de um a um.

Tenho pra mim que se o Santa Cruz tiver consciência que está disputando uma Sulamericana, que nesses jogos é pé no bucho e mão na cara e que ninguém marca falta besta, a gente sai de lá com um resultado bom. Em jogo desse nível, vale muito mais a raça do que a técnica.

É encarar o inimigo e mandar um sonoro “hijo de puta”.

Eu sei que, mesmo que a gente não traga a vitória, vou ter inveja dessa turma que foi. Fico imaginando a farra, a cachaça, a tiração de onda.

Nessas horas, confesso que fico com uma inveja boa danada de quem pode foi.

 

Author: Gerrá da Zabumba

Share This Post On

48 Comments

  1. SE O TIVE TITULAR Ñ TEM NOS DADO TANTAS ALEGRIAS, IMAGINE COM O TIME RESERVAS!

    Fosse o técnico, só faria mudanças pontuais nesse jg: no gol q já passou da hora de testarmos o Kohl. Se ñ se sair bem no 1º tempo, aí sim, o substituiria por TC. Começaria novamente o jg com o Grafite no banco e, só se necessário, o colocaria no 2º tempo, E o resto seriam os titulares mesmo. Se começar essa frescura q nem na Copa BR, chega no fim “nem mel, nem cabaço”.

    Vi inúmeras vezes o Santos em outros carnavais, jogar 3 vezes numa semana. Hj em dia é toda essa frescura!

    Q DEUS NOS AJUDE. OREMUS: “Ave Mª, Cheia de Graças,…”

    SaudaSanta

    Post a Reply
  2. Também acho um desperdício não colocar o time titular…

    Post a Reply
  3. Nessa competição tanto Goiás, quanto Ponte Preta, na zona de rebaixamento do brasileirão chegaram na final.

    Não tem nada demais o problema é esse não levar a sério.

    Post a Reply
  4. O Santos quer contar com Keno para 2017 e está de olho no imbróglio do jogador com o Santa Cruz. O clube pernambucano chegou a anunciar a contratação em definitivo por três anos, mas há apenas um pré-contrato assinado, e o pagamento ainda não foi concluído.
    O jogador de 27 anos está emprestado pelo São José-RS até o fim deste ano e poderia ficar livre a partir de janeiro. Atento à situação, o Peixe vai esperar pelo desfecho e até cogita investir pelo reforço.
    Neste domingo, Keno fez dois gols e foi o grande destaque na vitória do Peixe por 3 a 2 contra o Santa Cruz. Em entrevista coletiva, Dorival Júnior revelou que ele quase foi contratado antes de completar sete jogos pelo Tricolor. O técnico também colheu boas informações do atleta.

    Post a Reply
  5. Como disse Gerrá, falta pouco para o nosso adversário ser do Paraguai.
    E concordo plenamente com Flávio.
    Por que não levar a sério a competição?
    Não vale financeiramente?
    Claro que o nosso maior problema é permanecer na série A.
    O jogo contra o Santos mostrou que temos condição.
    Mas os erros de nossa defesa complicam as coisas.
    Ainda acreditando.

    Sempre Santa Cruz.

    Post a Reply
  6. América vence o Inter

    Post a Reply
  7. MEQUINHA 1 X 0 INTER.

    SaudaSanta

    Post a Reply
  8. Acho correto poupar o Leo Moura, que já vinha de 17 partidas seguidas. Como o cobertor é curto, temos que priorizar sair do Z4, pois temos totais condições para isso, visto que Inter, Figueira, Vitória e Popoti não vão ganhar mais de ninguém. O nosso problema imediato é descontar essa diferença de 5/6 pontos e embolar com esses times, pois vejo o nosso time hoje bem superior a pelo menos 3 deles.

    Post a Reply
  9. Boa viagem aos que vão!
    Que nos tragam um belo resultado para, na próxima semana, a gente poder lotar o Arrudão.
    Estou confiante, apesar de ainda estar muito fulo das vida com aquele gol malassombrado de ontem.

    Post a Reply
  10. Se é para tentar melhorar a visibilidade do Santa, é melhor investir na Sula. Concordo com quem falou acima, do jeito que decidiram vão terminar sem os dois. O brasileirão já está definido para nós e só quem foi enganado teima em reconhecer. Acho que a carga tinha que ser toda na Sula, mas, os nossos “planejadores” já deram mostras que “entendem” do riscado. Aliás, e agora falo por mim, peço ao nobre presidente que não assine mais contrato nenhum, com ninguém, até o término do seu mandato. É que todo o contrato que o senhor assina dá problema sério. Os da Globo e da Esporte Interativo não serviram de exemplo ? Agora mesmo, novamente, assinou com o Governo para jogar na Arena e não cumpriu a avença. Não é o senhor que está sendo desmoralizado por não cumprir contratos, é o nosso Santa Cruz. Por favor guarde ou jogue fora a sua caneta, pois está nos colocando no descrédito total

    Post a Reply
  11. EM TEMPO: A diretoria anunciou meses atrás que Keno era do Santa pois tínhamos adquirido um percentual dos seus direitos. Todos ficamos tranquilos. Agora, se o jogador sair por problemas ” contratuais” ninguém vai engolir não. Seria burrice e irresponsabilidade demais. Keno pode ser o dinheiro que falta para iniciar o projeto milenar, que já teve anunciado o seu início por mais de dez vezes, do CT novo. Vamos ver se essa assinatura do contrato de Keno vale alguma coisa, ou também entrou na relação de contratos inexistentes, fajutos…

    Post a Reply
  12. No lance do segundo gol do Santos o Léo Moura dá uma bronca no Danos Morais, aí fui ver pq. Antes da bola chegar no Ricardo Oliveira ele tá olhando pra bola, querendo ver onde será o passe, ao invés de estar marcando o perigoso atacante do Santos de perto. Resultado: Ricardo Oliveira dá um breque na corrida, Danos Morais corre para o lado errado, o 9 do Santos ajeita a bola para quem vem de trás. Gol do Santos. Já foram vários gols do SAnta tomados da mesma maneira, o cara parece até ser gente fina, mas na zaga em jogo de série A não dá pra ele, infelizmente. Isso acaba minando a confiança do time que vem jogando bem, mas esses erros prejudicam no resultado, que é o importante.

    Post a Reply
    • MAs que deu bobeira mesmo foi o Derley. Na cobrança do lateral, ele ficou pra trás na corrida e o santista ficou sozinho para passar ao Ricardo Oliveira. Pra mim o Derley foi que pixotou!!

      Post a Reply
      • Você tem razão. A desatenção dos jogadores do Santa são uma marca desse time, infelizmente. Sempre perdemos bolas bobas que viram jogadas de gol dos adversários.

        Post a Reply
      • Concordo me gênero, número e grau!
        Xinguei até a última geração dele (Derley), depois daquele gol.

        Post a Reply
  13. Qual a escalação de amanhã ???
    Estou com medo de uma lapada histórica.
    Doriva já sacou de cara os melhores do time.

    Post a Reply
  14. Nessa Sulamericana só vejo o Flamengo, que deverá priorizar o Brasileiro.
    U eventual título neste campeonato é a única coisa que abafaria um eventual rebaixamento nosso.

    Post a Reply
  15. Já havia opinado antes: foco na Sula. A lambança contra o Vasco na CB acabou com a nossa reação na série A naquele momento. Poupar apenas quem está mal e correndo sério risco de contusão.

    Vamos Santa !!!

    Post a Reply
  16. Conversando um dia desses com um dirigente de um clube de outro Estado, disse-me ele que o PROFUT dificilmente poderia ser honrado pelos clubes a partir do 5o. ano. Pelo jeito, começou muito antes disso.
    O grande problema, da maioria dos clubes, é o grande endividamento decorrentes de gestões temerárias ou as que desviaram dinheiro (acho que o caso do nosso Santa se enquadra nas duas situações), que torna impossível a um clube se manter em atividade, com seus custos, e pagar as dívidas.
    No caso do PROFUT, o não pagamento implica em rebaixamento de série, o que se acontece, obviamente, inviabiliza de todo o pagamento do PROFUT. Ou seja, é uma sentença de morte.
    Pelos papos que li aqui mesmo no blog, o nosso Santinha teria que pagar R$ 1 milhão ao PROFUT (por mês?). Como bancar esse pagamento caindo parta uma série B, cuja receita de TV fica na casa de R$ 5 milhões ano, ou seja, cerca de R$ 400 mil mês? Parece aquela tentativa de pagar parte do débito do cartão de crédito, é jogar mais dinheiro fora!
    Ou seja, se ficar o bicho pega, se correr o bicho come!
    Aos esclarecimentos dos entendidos. A respeito, como sinto falta de informações claras da diretoria do Santa sobre nossa real situação financeira!
    Leiam o link abaixo

    http://rodrigomattos.blogosfera.uol.com.br/2016/09/20/receita-diz-que-20-dos-clubes-sao-excluidos-do-profut-por-inadimplencia/

    Post a Reply
  17. Eu concordo com a descisão de poupar Léfo Moura, João Paulo e Keno.

    A serie A é mais importante.
    Caso o Santa Cruz seja campeão da Sulamericana o lucro será de aproximadamente 6 milhões de Reais.

    A cota de TV da serie A é de 23 milhões, da serie B 6 milhões.

    O jogo contra o Figueirense vai determinar a prioridade. Se o Santa Cruz vencer, prioridade serie A.

    É o que penso
    .

    Post a Reply
  18. Todo mundo sabe que sou crítico da gestão de Tininho no futebol, mas acho que a Diretoria está coberta de razão quando neste momento prioriza a série A do que a Sula. Um eventual rebaixamento trará queda de receitas em todos os itens de arrecadação do Clube. Seria um prejuízo tão grande que somente viria a ser compensada se conquistássemos a Sula. Vejamos então:

    1. A permanência na séria A iria assegurar de receita com TV para 2017 o mínimo de R$ 26 milhões. Se conseguíssemos chegar à conquista da Sula, somando todas as premiações não chegaria a R$ 10 milhões. Só esse argumento já justificaria a escolha.

    2. Sabemos que a situação do Santa na série A é difícil mas não é impossível. Olhando a classificação hoje: do São Paulo, décimo segundo, para baixo todos podem cair. A unanimidade da imprensa de Pernambuco já dá o Santa como rebaixado achando que ele não conseguiria ter um aproveitamento de 55% de agora até o final. Ora meus amigos não fosse nossa incompetência nos últimos jogos para segurar resultados nos minutos finais contra Chape, Coisa e Santos nove pontos disputados nós teríamos ganho sete, quase 80%. Pergunto então, por que impossível?

    3. É mais fácil tirar a diferença de cinco ou seis pontos do rebaixamento em doze jogos na série A do que chegar a uma final ou conquista da Sula passando por quatro adversários.

    4. Se priorizássemos a Sula e saíssemos dela nesta fase ou na outra teríamos perdido ambas as competições.

    5. Como afirmei acima, o ganho de permanência não é só a receita da TV, o potencial de faturamento ficaria praticamente inalterado com patrocínios, sócios e público no estádio. Ao passo que o rebaixamento afetaria todos esses itens.

    Resumindo somente priorizaria a Sula se tivesse 100% de certeza da conquista, já que somente isso compensaria o prejuízo financeiro do rebaixamento. Além do mais, vamos disputar essa competição novamente no próximo ano.

    Se tem um jogo que para o Santa que será decisivo é esse contra o Figueirense. Não pode nem pensar em empatar para seguir sonhando com a permanência.

    Post a Reply
  19. Se acontecer a façanha de sermos campeões da Sulamericana, iremos disputar 3 torneios:

    Copa Suruga Bank – (Campeão do Japão, só um jogo no Japão)

    Super Copa Euroamericana – ( Campeão da Liga Europa, só um jogo )

    Recopa Sulamericana – ( Campeão da Libertadores, em jogo de ida/volta)

    http://www.conmebol.com/pt-br/content/copa-sul-americana

    Olha a chance de internacionalizar a marca!!!!!

    Post a Reply
  20. Esta decisão da CBFalcatruas de rebaixar time por inadimplência é o tiro de misericórdia que ainda faltava, para acabar de vez com os clubes desfavorecidos na esdrúxula divisão de cotas do futebol brasileiro.
    Agora sim, é cadeira cativa para os 16 participantes desta farsa ridícula.
    Como é que pode?
    Ninguém diz nada, vendo o que resta do futebol brasileiro ser esmagado por estes caras totalmente sem moral?

    Post a Reply
  21. Tem que focar na sulamericana.
    Seria o maior título de um time do nordeste.
    campeonato brasileiro do bahia e copa do brasil da coisa seriam lixos.
    estaríamos num patamar superior.
    eu desceria feliz da vida pra serie B com o título da sulamericana. e ainda com o direito de jogar a libertadores. $$$$$$$$$$

    Post a Reply
  22. Antônio, permita-me refutar os seus argumentos.

    Com todo respeito, seu comentário é absolutamente fora da realidade.

    1. Dinheiro não é tudo. Um 16º lugar da Série A + 26 milhões de cota em 2017 não se comparam nem um segundo sequer com um título internacional do tamanho da Sulamericana, que seria o primeiro da história do Nordeste e apenas o terceiro da história dos clubes brasileiros. Você simplesmente ‘esqueceu’ o peso do título em si.

    2. A situação do Santa na Série A não é difícil, é semi-impossível. Vencer o Figueira não garante ABSOLUTAMENTE NADA. Logo em seguida, teremos Palmeiras, Flamengo e Corinthians em sequência. Um clube na situação do Santa simplesmente não pode passar três rodadas sem pontuar. E, diante desses adversários, isso é mais do que possível, é provável. Nenhum outro clube que luta rebaixamento tem uma tabela tão difícil quanto a do Santa Cruz, e olhe que nenhum deles tem apenas 23 pontos.

    3. Não, não é mais fácil escapar do rebaixamento do que ganhar a Sulamericana. Levando em consideração a qualidade/história dos adversários que vamos enfrentar nesses 12 jogos, além dos possíveis adversários nas próximas fases da Sula, chegamos à clara conclusão que esse argumento não se sustenta. E nosso time é bom em mata-matas (vem marcando gols fora de casa em praticamente todos os jogos que disputa). Além disso, a história está aí pra provar: Goiás e Ponte Preta, finalistas dos torneios de 2010 e 2014, estavam na zona de rebaixamento do Brasileiro quando chegaram à decisão.

    4. Se passarmos de fase na Sulamericana ganharemos 1,5 mi de reais (se bem que com a ‘competência’ latente dessa diretoria, capaz de ser bloqueado também). Para um clube que tem um Presidente que vive choramingando por falta de dinheiro, não é de se jogar fora. Além disso, nada garante que poupar os jogadores nesta vá fazer o time vencer o jogo no domingo. O Figueirense, que joga em casa e tem novo técnico, não deixou de ser favorito domingo. A chance desse esdrúxulo e – falando português claro – BURRO é de levar traulitada histórica nesta quarta e – quem sabe – alimentar ilusões no domingo.

    5. O ganho da permanência nem se compara a um título do tamanho da Copa Sulamericana, que é o segundo maior campeonato de clubes da América do Sul.

    “Vamos disputar essa competição novamente no próximo ano”: em 2017 vamos estar na Série B. Aí sim não teremos chance nenhuma de conquistá-la, além dos problemas de sempre potencializados (salários atrasados, falta de CT, péssimas contratações, diretoria incompetente chorona mão-de-vaca etc).

    Só lembrando que Medellín é o campeão colombiano, é o vice-líder do atual campeonato, joga a 1.500m de altitude e costuma ser MUITO forte em casa. Com time titular já seria complicado. Com time reserva, só um milagre nos fará sair de lá sem ser derrotados.

    Post a Reply
    • Para quem ainda acredita: precisamos de 7 vitórias em 12 jogos. Ganhamos 6 em 26 jogos. Deixem a paixão 1 segundo só de lado e verão que a chance de escaparmos é meramente matemática. Deveríamos estarmos todos (clube e torcida) focados na Sula, onde realmente acredito que teríamos chances de conquistar. Mas…

      Post a Reply
    • Júlio,

      a questão que está posta não é: Vc prefere, com 100% de chance de acontecer, ser décimo sexto na série A ou campeão da Sula. Se assim fosse a resposta seria óbvia, ser campeão da Sula, ok?

      A escolha envolve risco e um possível rebaixamento seria desastroso, qualquer pessoa que entenda um pouco de finanças, fazendo uma conta de padaria, chegaria num número de R$ 30 milhões a menos nos cofres do clube no próximo ano, tornando a situação mais complicada. Além disso eu deixei bem claro na minha exposição que uma possível queda somente seria compensada em termos financeiros se conquistássemos o título da Sula.

      Quanto as chances de conquistas da Sula e permanência na A eu considero sim, iguais. Se o Santa precisa de aproveitamento de 60% na série A, na Sula terá que ter o mesmo aproveitamento em todas as fases, conquistar quatro pontos em seis. Na série A a briga é na proporção de 8 clubes para fugir de três colocações de rebaixamento e na Sula, embora não haja o cruzamento com todos, são dezesseis clubes para conquistar o título.

      Respeito a sua opinião porque você já tem o Santa como rebaixado. Se eu pensasse dessa forma com certeza a minha prioridade seria a Sula.

      Agora, amigo, futebol não é assim: Time A ganha de time B e empata com C. Se fosse simples assim tinha gente milionário acertando em loterias toda semana.

      Acredito que nos seus palpites você deve ter acertado a vitória do Figueira contra o Santos e a derrota do Inter contra o América.

      abraço

      Post a Reply
      • Amigo,

        Pra ser campeão da Sula, eu imagino que você saiba, é preciso passar dessa fase, e das subsequentes. Como já disse e irei repetir: ser rebaixado não depende de poupar ou não nesta quarta, vencer ou não o Figueira no domingo. Precisaríamos de feitos muito mais difíceis do que esse, como uma campanha hercúlea de campeão em 12 jogos, e enfrentando os adversários mais complicados possíveis. A luta se anuncia inglória.

        Sobre a chance de conquista ser idêntica à chance de ser campeão da Sula, está errado. Na Sula, eu presumo que você saiba também, existe os fatores do gol fora de casa e do saldo de gols, onde NÃO É NECESSÁRIO 4 PONTOS PRA PASSAR DE FASE. Até mesmo com 2 empates se passa de fase. Além disso, o histórico de finalistas da competição mostra vários clubes minúsculos, infinitamente menores que o Santa, que chegaram à final ou ao título do torneio.

        Sim, acredito que já estamos rebaixados por ‘N’ motivos, e isso é o que a racionalidade me mostra, apesar do meu lado torcedor sempre guardar uma certa esperança.

        Não aposto um tostão furado no Inter… E não, não previ a improvável vitória do Figueira contra o Santos. Mas, se quiser continuar sonhando, o Santa vai precisar de umas 5 vitórias improváveis daquele nível.

        Post a Reply
      • Pois é Antônio, concordo com você.
        Todas as duas competições têm níveis dificílimos de sucesso, mas a Sula é eliminatória, basta um tropeço e tchau.
        Milagre por milagre, eu aposto mais na manutenção da série A.
        Título internacional ía ser realmente o fino da bossa, mas não iria encher a barriga de ninguém no próximo ano.

        Post a Reply
  23. Nessa estou com a diretoria. Enquanto há chance, deve-se apostar todas as fichas na permanência da Série A. O ganho financeiro e desportivo é muito superior se permanecermos. Além do mais:

    1. é preciso levar em conta que a sulamericana tem custos. Cada time banca suas despesas de viagem e hospedagem. Ou seja a grana por passar de fase, não é livre .
    2. digamos que tenhamos a felicidade de vencer a Sula, como montar um time digno para não passar vexame na libertadores com verba de série B?
    3. Dizer que Keno , João Paulo e Léo Moura poderiam se machucar não neste jogo, mas no próximo é um truísmo. Fato é que 20 horas de viagem (ida-volta) e pouco tempo de recuperação entre as partidas aumentam as chances de perdê-los pelo resto do ano. ALém do mais, teremos eles em melhores condições no jogo da volta. Para isso, precisamos estar vivos ainda.

    sds santacruzenses, porque tricolor tá cheio por aí

    Post a Reply
    • NUNES, REALMENTE TEM MUITA LÓGICA TUDO Q V DISCORREU. A PERMANÊNCIA NA “A” ANO VINDOURO, SERIA O CÉU.

      É por isso q fiquei puto com aquele “amolecimento” diante do Vascú: falei, na ocasião, q ñ tínhamos logística à altura pra participar, ESTE ANO, de uma Sul Americana e o melhor seria prosseguir na Copa BR, fazendo nossas viagens domésticas. Ademais, teríamos participação garantida, tb, ano vindouro.

      Ñ joguei nem jogarei NUNCA a toalha enquanto tivermos MATEMATICAMENTE passíveis de ñ sermos rebaixados. Ainda ontem fiquei “secando” a porra do Colorado. Futebol ñ é ciências exatas e o Santa Cruz já provou, sobejamente, q NADA PRA ELE É IMPOSSÍVEL.

      Entretanto, lamento ter a necessidade de jogarmos uma competição oficial incompletos numa primeira participação nossa além-fronteiras. Entretanto, refletindo um pouco mais, dou a mão à palmatória: agimos certos sim. Ñ sou daqueles q tem a pretensão de ser o dono da verdade pós-jogo com frases do tipo: “Ñ avisei”?

      Pelo contrário, o q quero mesmo é “rasgar a boca” e q o SCFC ñ só saia amanhã dignamente de campo mas q traga tb um resultado passível de continuarmos na disputa, após o jg de volta, na Terrinha.

      É isso aí.

      SaudaSanta

      Post a Reply
  24. Os dois próximos jogos da série A, se ganharmos não descemos.
    Se perder os dois ai babou de vez(agindo com a emoção).
    Vamo santinha.

    Post a Reply
  25. Caro Arnildo

    Eh isso, o pulso ainda pulsa na serie A. Que amanha saiamos ainda vivos para o jogo da volta. Se nao levar gol antes dos 5 do 1o tempo ou depois do 40 do 2o. tempo eh meio caminho. Se nao der, vida que segue. Meu amor nao depende de divisao ou campeonato.

    sds santacruzenses

    Post a Reply
  26. Bora!
    Como já falei, milagre por milagre, entre a permanência na série A e um título sulamericano, eu fico com o primeiro milagre.
    Até porque a Sula é eliminatória e basta um só tropeço, e segundo porque a permanência é muito melhor financeiramente.
    Agora, como já estão dando como favas contadas, no caso de priorizar a sula, ser campeão, eu lembro do meu pai que vez por outra dizia:
    – Ah, se o rio fosse de leite e a ribanceira de cuscuz!…

    Post a Reply
  27. Tem de brigar é na sulamericana.
    Como já disseram acima seria o maior título de um clube do Norte Nordeste do Brasil.
    Isso não implica em desistir da Série A que, cá pra nós, tá ficando complicada pois até mesmo a melhora do nosso futebol com Doriva não vai ser suficiente para batermos Palmeiras, Corinthians, Flamengo, Atlético-MG.

    Post a Reply
    • Ñ TENHA CERTEZA DISTO. PALMEIRAS, CORINTHIANS, FLAMENGO E ATLÉTICO JÁ LEVARAM PISAS HOMÉRICAS PELAS BANDAS DO ARRUDA.

      Ñ vejo nada demais nesses ditos “Grandes” do BR. Ñ vejo nenhum Santos de Pelé pela frente ou um Botafogo do Garrincha nem, muito menos, a “Academia” de Parque Antarctica. Ou, pra ser mais moderno, ñ vejo nenhum Barcelona ou Bayern de Munique pela frente. Acho q, dentre os quatro, o mais difícil é contra o Urubu, assim mesmo porque o jg é lá. Posso até levar uma “enfiada” de todos eles mas quem morre de véspera é peru.

      SaudaSanta

      Post a Reply
      • RTERIA MAIS MEDO DE UMA SOBRA DE LETRINHAS PELA FRENTE: CSA, CRB, ASA, UBRA E POR AÍ VAI.

        HISTORICAMENTE, sempre nos “agigantamos” com esses pseudos papões. Tudo vai depender DO MORAL q chegaremos às vésperas de cada um desses jogos. Se ñ tivermos “com a crista pra baixo”…

        SaudaSanta

        Post a Reply
        • DIGO: Teria mais medo de uma “sopa de letrinhas”

          Post a Reply
  28. Ainda bem que Santa tem estrategistas na sua diretoria. Imagino sentados na mesa, Delírio, Tininho, Jomar e Doriva estudando e tomando decisões. Primeiro foi internacionalizar o Santa Cruz, aí trouxeram um argentino , mas não conseguiram regularizá-lo, ou seja, ele não vai jogar até o fim do ano. Naturalmente o jogador não veio de graça, tem custos para o Clube, e o hotel onde se encontra terá que ser pago . Se a moda pega, o nome do Santa vai correr mundo e centenas de jogadores, ex-jogadores e aventureiros internacionais quererão ser “contratados”, se não para jogar, mas certamente para passar férias no Recife. Depois da contratação, os estrategistas resolveram então entrar com um time misto para jogar em Medellin. Estratégia pura, pois talvez não soubessem que Escobar foi morto há muito tempo, e ficaram com medo de um possível sequestro de Keno , hoje o maior patrimônio de liquidez do clube, cujo o produto da sua futura venda irá nos possibilitar fazer o CT novo, sem ficar devendo nada. Mas Delírio que é letrado, avisou sobre a morte de Pablo e que Keno poderia jogar sem sustos. Foi imediatamente contestado por Tininho, que avisou sobre os perigos das Farcs, o que levou então o grupo de estrategistas a devolver ao Recife os três melhores jogadores do grupo. Naturalmente não leram que as FARCs e governo colombiano fizeram um acordo e acabaram com a guerra. Azar do Santa, que por um lapso de estratégia vai jogar desfalcado. Quem não está entendendo nada é o jogador argentino, quando soube que os melhores jogadores do time voltaram à cidade, e ele, novo contratado, só joga ano que vem, mas continuará recendo os salários e hospedado em hotel, possivelmente em Boa Viagem. O jogador portenho imagina que logo virão se juntar a ele, Keno, Léo e João Paulo para desfrutarem a praia. No seu imaginário de gringo, deve estar se lamentando porque não teve a sorte, de vir antes para o Recife, e assinar esse contrato exótico e esquisito, no qual o jogador é contratado hoje e só joga ano que vem. Se é que saiba jogar bola, coisa que outro alienígena, o Bollanos não sabia. Pobre Santa Cruz, quando não dilapidado por aproveitadores, é desintegrado por ingênuos, para ser cavalheiro, e não adjetivar coisa pior, que já tenho certeza que acontece. Salvemos o Santa…

    Post a Reply
    • Hahaha sensacional!

      Post a Reply
  29. PREZADOS – BOM DIA

    NÃO VAMOS ESCUTAR ESTA IMPRENSA, QUE ADORA TUMULTUAR NOSSO AMBIENTE, E ESTÁ P DA VIDA, POIS JOGAREMOS HOJE, E NAO O CLUBE QUERIDINHO E ADEPTO A MACUMBA!

    LEO/JP/KENO, FORAM AVALIADOS PELO DPTO MEDICO E FISICO DO CLUBE, POIS, VEM DE UMA CARGA MUITO GRANDE, E PODERIAM, SE MACHUCAR, AI SIM, ESTARIAMOS F O D I D O S, E NADA DE SUL AMERICANA E SERIE A…

    CASO NAO, ESTARIAMOS REALMENTE, COM UM TIME MISTO, COMO JA JOGAMOS, OU NAO LEMBRAM?

    NO MAIS, VAMOS TORCER HJE, E DOMINGO…

    SANTA CRUZ FUTEBOL CLUBE = TE AMAREI ETERNAMENTE E INCONDICIONALMENTE

    Post a Reply
  30. Difícil é sapo mijar em pé e o time da Rosa e silva que esta na serie B. Se ganhamos duas partidas e empatamos uma e ganhamos outra, embola tudo.

    Post a Reply
  31. Independiente Medellín vem com cinco desfalque tambem

    Se o clube pernambucano conta com muitos desfalques, o Independiente Medellín também. Os colombianos, campeões do primeiro turno do Campeonato Colombiano, não poderão contar com o artilheiro do time, o jovem Leonardo Castro, que se lesionou na partida de volta contra o Sportivo Luqueño e ficará de fora da equipe por até seis meses.

    Além do artilheiro, o técnico Leonel Álvarez não terá à disposição outras cinco peças importantes do elenco colombiano. O atacante Caicedo, os meias Hernandéz e Cabezas, o zagueiro Pertúz e o lateral Piedrahita, todos lesionados, fazem com que a equipe tenha que improvisar jogadores não tão utilizados no plantel

    Post a Reply
    • Amigo, não sei onde você viu essa informação, mas…

      Escalação do Independiente acabou de sair: David González; Piedrahita, Andrés Mosquera, Arias e Juan Valencia; Cabezas, Moreno, Hernandez e Molina; Hechalar e Caicedo.

      Hahaha!

      Post a Reply
  32. SE GOL NO FUTEBOL SÓ VALESSE APÓS OS 5 min e ANTES dos 40 DE CADA TEMPO, SERÍAMOS CAMPEÕES MUNDIAIS. PQP!

    1. Jogamos o 1º tempo com 9 homens pois esse Alan Vieira NUNCA FOI JOGADOR DE FUTEBOL e o Artur hj, sem comentários;
    2 – Éramos pra ter deixado em Recife o Grafite e ñ o JP;
    3 – Aquele último lance foi pênalti em cima do novato;
    4 – Esse time de Medelin ñ ganha do América, de Recife!

    É o q penso.

    SaudaSanta

    Post a Reply

Submit a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *